Embasa a proposta de criação do Parque Serra do Gandarela

É com muita alegria que informamos a todos que recebemos do Sr. Rômulo José Fernandes Barreto Mello, presidente do Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBio), na quinta-feira, dia 20, o documento técnico que embasa e caracteriza a proposta de criação do Parque Nacional da Serra do Gandarela. Segundo o ofício recebido (em anexo), a proposta foi elaborada tendo em vista os inúmeros atributos de grande importância para a conservação encontrados na área, tendo sido concluída a Etapa Analítica do processo, que deve passar em breve à etapa das consultas públicas. Conheça o documento e sua conclusão sobre a importância da criação desta unidade de conservação acessando

http://www.sendspace.com/file/7k5mgm

Um dos trechos da conclusão menciona que “Finalmente, estamos tratando de uma área de excepcional concentração de nascentes, mais de mil no polígono proposto para o Parque Nacional, que afloram alimentadas pelo aqüífero...”. O último trecho diz "Um Parque Nacional com tamanho potencial e próximo a uma região metropolitana e de um grande centro turístico (Ouro Preto e região), pode tornar-se, no médio prazo, uma atração internacional."

Este documento foi entregue nesta sexta-feira à candidata Dilma Roussef, em campanha em Belo Horizonte, com o pedido de que apóie a criação deste Parque Nacional.

Alertamos a todos que, lamentavelmente, as prefeituras de Caeté e Santa Bárbara e vereadores desses municípios, ao tomarem conhecimento da possibilidade cada vez mais concreta da criação do Parque Nacional Águas da Serra do Gandarela, iniciaram uma campanha de apoio à Mina Apolo, da Vale, e contrários à criação do Parque. Inverdades estão sendo usadas para colocar as comunidades contra a unidade de conservação, como dizer que um parque nacional fica intocável – e por isso não gerará nenhum benefício – e que certas comunidades como Socorro, Cruz dos Peixotos e André do Mato Dentro estão inseridas na área proposta e serão todos desapropriados.

Conforme ofício do ICMBio “É importante ressaltar que, além dos importantíssimos atributos biológicos, paisagísticos, hidrológicos, históricos e paleontológicos encontrados na área proposta para o Parque, há um imenso potencial turístico, tornado ainda maior pela proximidade de Belo Horizonte e de Outro Preto e região, que já detém ampla e diversificada infra-estrutura turística, e que tenderá a proporcionar desenvolvimento para todos os municípios diretamente envolvidos na proposta”.

Parabenizamos o ICMBio pelo empenho!

Estamos certos que o Governo do Estado de Minas Gerais apoiará a criação do Parque Nacional.

Torcemos para que a Vale, a partir da sua postura de responsabilidade social e ambiental, entenda a importância da criação deste parque nacional e abra mão do seu projeto “Mina Apolo”.

DIVULGUEM ESTA NOTÍCIA E ESTE DOCUMENTO! Quanto mais pessoas conhecerem esta proposta, mais fortalecemos a iniciativa de criação do Parque Nacional Águas da Serra do Gandarela.

Um abraço,

Coordenação MOVIMENTO PELA PRESERVAÇÃO DA SERRA DO GANDARELA

Fonte: http://aguasdogandarela.org


Deixe seu comentário